Thursday, June 4, 2009

who knows eve


ela escreveu-me um dia a amanhar-me como às entranhas de um peixe da forma mais doce e delicada que se pode fazer



e há noites em que voltam os quinze e volta o texto dela por arrasto terapêutico para me apaziguar.

4 comments:

I. said...

Isto foi do mais bonito que podia ter lido agora.

Reviver*

jo said...

é tudo, ainda, verdade.

* my sweet M.

Anonymous said...

Meu Deus...
Estou arrepiada. Que bonito!

:')

Abssinto said...

Xiça.......

A amizade também é fodida.

bj