Friday, October 30, 2009

veludo negro ou só aguarrás

quando era pequena e tinha dores de cabeça ou estava ansiosa demais, lembro-me de a mãe me dizer:
Vai-te deitar no escuro, de olhos fechados em silêncio e pensa em veludo negro. Tudo negro, e não penses em mais nada, em mais nenhuma cor, vais ver que passa.
apercebi-me hoje que ainda o faço inconscientemente, como uma regra esquecida de infância que nunca me certifiquei que resultava. gostava do ritual, de cheirar ao misticismo dos sete anos. misticismo de mãe, crença ingénua da miuda. hoje voltei a fazê-lo com saudade. silêncio. cama. escuro. olhos fechados. veludo negro. sorri com as recordações e com a tentativa de resultar, como se o preto fosse ainda preto e já não tantas vezes tingido e pintado em mil direcções para fugir ao medo.
as dores de cabeça depois dos vinte não passam numa noite com crenças monocromáticas, nem com silêncios em quartos escuros. as pálpebras tendem a cerrar com demasiada força e a prender o grito abafado, e o veludo esse irrita a vista e ameaça rasgar de uma vez. podia escrever um manifesto parvo qualquer para acabar com o mito, o veludo negro cheira mal, morra o veludo negro, morra pim. apercebo-me da parvoíce que seria escrevê-lo, e mantenho o mito intacto, como se quer.
corpos que dançam forte e que caem forte é sempre um bom caminho. gosto de me vidrar neles. qual veludo qual quê. a cabeça gosta dos que dançam e caem forte, e um armazém pode ser sempre o princípio do mundo e o fim da ingenuidade.

6 comments:

Rui Coelho said...

ouvi esta canção naquela viagem pelo nevoeiro, antena 3, quinta-feira, noite. amo a perseguição ali a meio do vídeo.

ad said...

Não mates o mito não. Os mitos são bons, quer seja com 7, quer seja com 23. *

Tempus_Fugit said...

Eu não soube o que era uma dor de cabeça atá aos 17 anos... Depois lá chegaram, em tantos sentidos!

Susana Miguel said...

gostei muuito muito deste texto. trouxe-me a memória de alguns silencios de quando eu era pequenina e há qualquer coisa de princípio do mundo neste video.

beijinho.
lindíssimo.

Anonymous said...

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!

Abssinto said...

Gostei realmente.

e o Benjamin.......(...)